Primeiras Impressões | Anime Ore Monogatari!!

Nenhum comentário
Algumas vezes, as pessoas acham que é uma boa ideia criar uma história em que a beleza dela é exatamente a falta de coisas novas. Uma narrativa tão similar a vida real, que assusta, e personagens mais ou menos comuns com o que o espectador está acostumado a ver fora das telas é o "gancho" que essas pessoas usam em histórias desse tipo. Pois bem. Ore Monogatari!! ("Minha história de amor") se segura na normalidade para conquistar quem está assistindo, e aposta em personagens fofos para te convencer a assistir tudo até o fim.
Crédito

Baseado num mangá homônimo de 8 volumes, a história conta a trajetória de dois personagens simpáticos, o grande (em tamanho mesmo!) Takeo e a fofa Rinko, estudantes do colegial com os hormônios à flor da pele e ansiosos para um relacionamento. Apesar de estudarem na mesma escola, ainda não se conhecem e os 120kg e 2 metros de altura de Takeo com certeza assustam ainda mais a tímida menina… As chances de serem amigos é nula. Até que o destino resolve dar um empurrãozinho e um incidente no metrô acaba não só apresentando os dois personagens, como também criando um laço de amizade entre os dois.

Mas, né, como todo shoujo que se preze, Ore Monogatari impacienta o espectador com a lerdeza de seus personagens. Muito reais e únicos? Sim. Mas também inseguros e inexperientes com tudo que seja relacionado a romance. Há uma beleza nesse toque ingênuo de ambos personagens, mas também me irritei nos três primeiros episódios com o ritmo devagar dos dois. 
Crédito

E esse é o motivo de glória e desgraça do anime. Não estou aqui para dar meu veredito final sobre a trama, já que ainda estou só no episódio 8, mas já há alguns pontos que me incomodam bastante. Se o anime seguirá para um caminho melhor ou pior, não sei dizer.

Talvez o ponto mais interessante do anime esteja em suas personagens secundárias que, na verdade, estão bem longe de fazerem o papel de apenas coadjuvantes. A história gira ao redor de todos os que aparecem no anime, mesmo que em tese o foco devesse estar em Takeo e sua futura namorada. A participação de Makoto Sunagawa, melhor amigo de Takeo, por exemplo, dita muito do ritmo geral do anime. Ao contrário do desajeitado - e sempre rejeitado - Takeo, Makoto é o tipo de cara que sempre teve aos seus pés as garotas da escola, mas nunca se interessou por nenhuma delas. O caminho natural de Ore Monegatari parece apontar para um possível triangulo amoroso.

crédito


Vou continuar a assistir o anime principalmente porque não gosto de largar as coisas pela metade, mas, sendo bem sincera, ainda não vi nada nele que me desse tesão por continuar assistindo. É uma história comum feita para ser comum, com personagens simples e ao mesmo tempo encantadores, mas falta alguma coisa nessa receita. Quem sabe tudo não melhora daqui alguns episódios, certo? Ainda tenho mais 16 episódios para ver a história se transformar.

P.s.: Acho os traços do desenho bem feios, mas já me acostumei, graças a deusa

Ore Monogatari
24 episódios
2015
Onde assistir: Anitube
Sinopse: Gouda Takeo é um aluno do primeiro ano do ensino médio (mesmo não parecendo, já que pesa 120kg e sua altura é de 2 metros). Ele passa seus dias tranquilamente com o popular-com-as-garotas, insensível e amigo de infância, Sunagawa. Em uma manhã, enquanto ele estava em um trem à caminho da escola, Takeo salva uma garota, Yamato, de ser molestada por um pervertido. Esse poderia ser o começo da primavera para Takeo?

Nenhum comentário :

Postar um comentário