Resenha | Três contra todos (Deco Rodrigues)

Um comentário
Existem livros e livros - aqueles que você degusta lentamente, rumo a última página, e aqueles que são tão gostosos que você não consegue paciência para ler mais devagar. Três contra todos, livro de estreia do Deco Rodrigues, conseguiu ser a mistura desses dois tipos de livros. Falar sobre um livro assim sempre é muito dificil para mim: como se descreve misturas tão intensas de sentimentos numa leitura rápida? Um romance fora do comum e envolvente, Três contra todos mostra que o amor não é tão simples como pensamos, e traz para a mesa de debate as diversas formas de amar, incluindo nessa lista de discussão o poliamor.

Deco Rodrigues conquista pela simplicidade. A forma como o relacionamento de suas personagens centrais se desenvolvem é uma prova disso. Amizade, amor e paixão. O que deveria vir primeiro num relacionamento amoroso? A paixão leva a amizade? A amizade leva até a paixão? Impossível saber, mas os três sentimentos estão muito vivos no trio amoroso de Três contra todos. Eduarda, Rafaela e Lucas são amantes, mas também melhores amigos, e, no decorrer da história, também pais de uma criança. 


Mas o começo não vem com flores. O relacionamento dos três passa por muitos encontros e desencontros, confusões, amores e preconceitos, que precisam ser quebrados para que tudo dê certo. Imagine que louco. Lucas sempre achou a reservada Rafaela muito atraente, mas ela dá pouca bola pra ele. Já Rafaela está de olho em outra moça, que de vez em quando aparece no lugar em que ela trabalha, e aqui está Eduarda. Eduarda, por sua vez, não vê a hora de pôr as mãos no Lucas. Esse triangulo amoroso tem mesmo tudo para dar errado, mas a vida dá muitas voltas, e o amor não escolhe a forma como vai surgir. Nem mesmo quando isso envolve três pessoas.

As dúvidas do inicio de um novo amor, as lutas e confusões pela sua sexualidade e o embate contra os preceitos de uma sociedade que adora julgar - tudo isso está presente e faz parte da mistura do bolo. Existe mesmo um modo certo e legitimo de amar? A tríade perfeita formada pelos protagonistas do livro diz que não. E esse é um relacionamento como todos os outros, com brigas, acertos e saudade. Luan, o filho de Lucas, surge para tornar os três ainda mais unidos - e ainda mais semelhantes a uma família de verdade. Mas quando envolve crianças no meio a coisa parece soar mais complicada para quem está de fora do relacionamento, e isso acaba se tornando um problema para os amigos-amantes. Sou do tipo que acredita que o amor consegue vencer as barreiras que a sociedade arma ao seu redor, alimentadas sobretudo por preconceitos infudados, e é isso que precisa acontecer para que Eduarda, Rafaela e Lucas consigam um final feliz. Até chegar no ponto de descobrir o desfecho desse problema, você não consegue parar de ler o livro!

Os personagens são muito bem construidos e a narrativa é realmente gostosa de ler. Não demorei nem duas horas para virar a última página do livro, e isso realmente me deu um peso no coração. Se existe um defeito no livro, é seu tamanho, e eu terminei de ler querendo mais - muito mais. Como amante de um bom romance, recomendo bastante o livro, e espero os próximos do autor!

Três contra todosAutor: Deco RodriguesEditora Satolep Press
AmazonSkoob10/10 | 5 de 5 estrelasSinopse: Três contra Todos - Em seu livro de estreia, Deco Rodrigues conjuga em diferentes tempos os três elementos que baseiam uma relação amorosa: amor, sexo e amizade. Eduarda, Rafaela e Lucas, através de suas narrativas, protagonizam o epicentro dos encontros, desencontros e descobertas de “Três Contra Todos”. O cotidiano dos personagens acaba por cruzar bem mais do que caminhos, mas sim uma avalanche de emoções e surpresas. O texto nos causa inquietude por tratar de um tema tão atual, que ao mesmo tempo ainda flutua em uma bruma de preconceitos. De leitura fácil, com pitadas picantes, o livro não deixará dúvidas de que amor, sexo e amizade são a essência da felicidade. Mas não necessariamente nesta ordem!

Um comentário :

  1. Oi Nai, lembra de mim? Que bom que voltou com o blog :D Posta mais resenha que já tava com saudade hahahah Temos que marcar outro encontrinho!
    irianneveloso.blogspot.com

    ResponderExcluir