Resenha | Uma carta de amor,de Nicholas Sparks

6 comentários
Editora: Arqueiro
Páginas: 288
Skoob
Nota: 5/5 (favorito!)
Sinopse: Há três anos, a colunista Theresa Osborne se divorciou do marido após ter sido traída por ele. Desde então, não acredita no amor e não se envolveu seriamente com ninguém. Convencida pela chefe de que precisa de um tempo para si, resolve passar férias em Cape Cod. Durante a semana de folga, depois de terminar sua corrida matinal na praia, Theresa encontra uma garrafa arrolhada com uma folha de papel enrolada dentro. Ao abri-la, descobre uma mensagem que começa assim: “Minha adorada Catherine, sinto a sua falta, querida, como sempre, mas hoje está sendo especialmente difícil porque o oceano tem cantado para mim, e a canção é a da nossa vida juntos.”
Comovida pelo texto apaixonado, Theresa decide encontrar seu misterioso autor, que assina apenas “Garrett”. Após uma incansável busca, durante a qual descobre novas cartas que mexem cada vez mais com seus sentimentos, Theresa vai procurá-lo em uma cidade litorânea da Carolina do Norte. Quando o conhece, ela descobre que há três anos Garrett chora por seu amor perdido, mas também percebe que ele pode estar pronto para se entregar a uma nova história. E, para sua própria surpresa, ela também.
Unidos pelo acaso, Theresa e Garrett estão prestes a viver uma história comovente que reflete nossa profunda esperança de encontrar alguém e sermos felizes para sempre.


Resenha

Que história mais linda! Sempre amei livros que contém cartas, principalmente as de amor. E a última carta desse livro fez meu coração se partir em pedacinhos. E me deu uma vontade enorme de escrever uma carta (não de amor!) colocar em uma garrafa e jogar no mar. E me deu mais vontade ainda de encontrar uma. Mas moro no centro-oeste, e: nada de mar. haha

E como sempre, no estilo Sparkiano de escrever, temos uma história linda, e triste.

Quando Theresa está passando umas férias em Cape Cod, ela encontra uma garrafa com uma linda carta de amor dentro. Após ler a carta ela se emociona bastante e a mostra para sua chefe, que sugere que ela publique a carta em sua coluna, apesar de se tratar de um assunto fora do habitual das suas publicações, depois de resistir um pouco ela concorda em publicar. Depois da publicação ela recebe inúmeros telefonemas e cartas de pessoas que se encantaram com a carta.

Acho que, como qualquer pessoa que encontrasse uma carta desse tipo ficaria curiosa para descobrir quem é o autor, né? Theresa estava bastante curiosa, até que ela descobre mais cartas assinadas por Garret. E com a influência de sua chefe, ela decide procurá-lo. Depois de uns telefonemos aqui e outros ali elas descobrem onde ele mora e trabalha.

Theresa decide ir então vê-lo pessoalmente, e assim ela viaja para uma cidade litorânea na Carolina do Norte. Sem pretensão nenhuma de que ele fosse cair de amores por ela. Ela só queria ver o homem que escreve cartas tão lindas de amor - e que parece sofrer por isso.

Garret encontra Theresa admirando o seu barco Happenstance, depois de algumas palavras, Garret chama ela para velejar. Logo após dizer isso ele nem sabe porque o fez. Porque há 3 anos ele sofre pela perda da sua amada, Catherine.

- Como é que você sempre sabe exatamente o que dizer para me agradar?
- Talvez seja porque você desperta o melhor em mim.
- Talvez seja isso mesmo.
Pág. 183

Theresa ainda tem receio de estar em um relacionamento, por ainda ter trauma do relacionamento anterior, em que foi traída. Tanto ela, quanto Garret, ainda estão ''fechados'' para viver outro amor, mas aos poucos ambos vão dando uma chance para esse sentimento nascer novamente. Mas ainda tem algo que os impede de viverem juntos, um ponto é que eles moram longe e o outro é que Garret ainda parece estar preso a esposa. 

Os dois já sofreram bastante na vida. E vão descobrir que é possível recomeçar, mesmo depois de tantos acontecimentos que fere o coração. 

Ah, o final do livro. Sem palavras. O livro é comovente, e com uma história inesquecível.

E o meu querido Nicholas Sparks, sempre me fazendo chorar, com essas histórias tão tocantes.

Já está na minha lista de favoritos, e já quero reler. ~~<3

Quem já leu?
Beijos, até a próxima.

Acompanhe o blog nas redes sociais:

6 comentários :

  1. Olá!
    Estou pensando em ler Nicholas Sparks de novo. Faz tempo que não leio nada do autor. Essa história é bem interessante, também gosto de cartas nos livros. rsrs
    Ótima resenha. Beijos!

    http://ymaia.blogspot.com/2014/08/sorteio-marcadores-de-paginas.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ygo!
      Sou suspeita de falar por ser fã número um, haha. Mas é muuuuito bom! <3
      Obrigada.
      Beijos

      Excluir
  2. Oi Anna, tudo bem?

    Eu gosto bastante do Sparks, os livros dele sempre me tocam. O clichê de algumas cenas me cansa, mas em geral ele é um bom escritor. Já adicionei esse livro a lista de desejados e em breve lerei. Beijos!

    http://euvivolendo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Gabriel, estou bem e você?
      Depois que ler, conta pra gente o que achou!
      Beijos :*

      Excluir
  3. Oiiii sou nova por aqui e estava procurando alguma resenha sobre esse livro do Nic q me encantou tanto e acabei aqui e amando tudo *-----------*

    Também adoro esses livros que tem cartas e tal, dá uma veracidade né?!
    e como sempre o Nic fala de um amor tão lindo <3' tbm chorei bastante.
    Parabéns pela resenha..

    livrospepsiezumzumzum.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Pq tem sempre alguém que morre nos livros dele?!
    A história parece ser linda, e de certa forma me lembrou um pouco o Cartas para Julieta, mas só por causa da carta e por ir procurar alguém

    bjos
    Pah
    Lendo e Escrevendo

    ResponderExcluir