Resenha | Ghost Rider: A estrada de cura, de Neil Peart

Nenhum comentário
Editora: Belas Letras
Páginas: 528
Sinopse: Após a morte da única filha, Selena, e da esposa, Jackie, o músico Neil Peart se transformou em um fantasma – um homem sem motivação, esperança ou fé. Sozinho em casa, convivendo com as lembranças, ele decide pegar a estrada com sua moto, uma BMW R1100GS, para rodar por 90 mil quilômetros, sem destino, em busca de um motivo para preencher o vazio que sente. Esta é a história real de um homem que partiu carregando a morte e o luto, mas transformou sua jornada em uma poderosa narrativa sobre a solidão, o amor e, acima de tudo, a paixão pela vida, mesmo quando tudo ao nosso redor nos leva a desistir dela.


Resenha

Ghost Rider: A estrada da cura conta a jornada de Neil Peart após a morte da filha Selena, e da esposa Jackie. A filha veio a falecer por causa de um acidente de carro e pouco tempo depois a esposa faleceu devido um câncer. E apesar de todo o apoio que Neil recebia do amigos e familiares, ele se sentina sozinho e ainda não conseguia conviver com todas as lembranças e então ele decide pegar sua moto e viajar por vários estados e cidades, atrás da aceitação das perdas, da cura.

Baterista da banda de rock canadense Rush, ele, Neil, já tinha o costume de viajar por diversos lugares. Em algumas turnês da banda ele e seu amigo Brutus levavam suas motos para que nos intervalos entre um show e outro eles conseguissem explorar lugares diferentes, então ele já tinha um costume de pegar a moto e sair andando por aí. Mas a grande diferença dessa vez é que ele estava sozinho, na estrada, a qual ele chamou de A estrada da cura.

Durante catorze meses Neil viaja em busca de algo para preencher o vazio que sente depois de de perder suas duas garotas. Acompanhamos ele em toda a sua viagem, em seu processo de luto, passando por momentos depressivos, momentos que ele acreditava que com o devido tempo ele conseguiria conviver com todas as lembranças que o cercava em casa, lembranças que o ajudavam a continuar na estrada da cura. 

No livro constam cartas que Neil enviou para seus familiares e amigos durante a viagem, contando onde estava, o que viu de interessante e, também, descrevendo como estava se sentindo, na maioria das vezes, uma montanha russa de emoções. Ele descrevia várias das paisagens por onde passou, algumas paisagens nevadas, desertos, florestas, trilhas... e algumas paisagens de tirar o fôlego. Ele visitou também amigos e familiares pelos lugares em que passou.

Aconselho a leitura do livro acompanhado de um mapa para poder viajar juntamente com Neil, em determinado momentos me senti perdida por não saber aonde se situava tal cidade e/ou estado.

Para mim, a leitura foi um pouco difícil por eu não ser adepta do gênero autoajuda. Mas foi bem legal acompanhar essa viagem de Neil em busca de conseguir continuar 'vivendo' após perder pessoas tão importantes, e a ajuda de amigos e familiares para que ele saísse desse luto tão profundo e encontrar novos motivos para viver.

Se você gosta de livros de autoajuda e de histórias de viagens, será um livro que você irá gostar bastante!

Quem já leu?
Beijos, até a próxima.

Nenhum comentário :

Postar um comentário