Resenha | Paixão sem limites (Abbi Glines)

8 comentários

Autora: Abbi Glines
Editora Arqueiro
192 páginas
Nota 9
*Livro cedido pela editora*
Sinopse:  Blaire Wynn não teve uma adolescência normal. Ela passou os últimos três anos cuidando da mãe doente. Após a sua morte, Blaire foi obrigada a vender a casa da família no Alabama para arcar com as despesas médicas. Agora, aos 19 anos, está sozinha e sem lugar para ficar. Então não tem outra escolha senão pedir ajuda ao pai que as abandonara. Ao chegar a Rosemary, na Flórida, ela se depara com uma mansão à beira-mar e um mundo de luxo completamente diferente do seu. Para piorar, o pai viajou com a nova esposa para Paris, deixando Blaire ali sozinha com o filho dela, que não parece nada satisfeito com a chegada da irmã postiça. Rush Finlay é filho da madrasta de Blaire com um famoso astro do rock. Ele tem 24 anos, é lindo, rico, charmoso e parece ter o mundo inteiro a seus pés. Extremamente sexy, orgulha-se de levar várias garotas para a cama e dispensá-las no dia seguinte. Blaire sabe que deve ficar longe dele, mas não consegue evitar a atração que sente, ainda mais quando ele começa a dar sinais de que sente a mesma coisa. Convivendo sob o mesmo teto, eles acabam se entregando a uma paixão proibida, sobre a qual não têm nenhum controle. Mas Rush guarda um segredo que Blaire não deve descobrir e que pode mudar para sempre as suas vidas.



Atenção! Livro não recomendado para menores de 18 anos.
Abbi Glines e sua obra, a primeira da série Sem Limites, me surpreenderam. Ouvir os elogios dirigidos à autora e suas diversas séries não preparou o meu psicológico para o que eu realmente vi em Paixão sem Limites. Intenso e emocionante, o livro superou todas as minhas expectativas, uma à uma, deixando-me, afinal, sem palavras. E é exatamente assim, sem saber achar os verbos certos, que eu começo a escrever essa resenha.


                A história, contada em primeira pessoa pela Blaire Wynn, narra o drama vivenciado pela garota que acaba de perder a mãe para o câncer e se vê sozinha no mundo.  Sem dinheiro ou familiares próximos que a ajudassem, ela decide ir viver com o pai que abandonou ela e sua mãe há 5 anos. Chegando na casa que seria seu lar por pelo menos algumas semanas, aquele que seria seu pai não se encontrava, mas sim uma surpresa. Rush Finlay. O seu irmão postiço, rapaz que é filho da atual esposa de seu marido. O problema é que ele é lindo, tem pose de playboy e... É seu irmão, além de ser um cara podre de rico, acostumado a ter em sua cama mulheres da alta classe. Ele é o que Blaire não pode ter, assim como ela é tudo o que ele não queria desejar tanto.

"Não foi Rush quem me fez fugir. Foi ele quem me fez querer ficar"

                As fagulhas entre eles são acesas logo no primeiro encontro. Rush é acostumado a dar grandes festas em sua enorme casa com vista para o mar, enquanto tudo o que Blaire quer é ficar quietinha em seu quarto recluso. Desde ali, ela já sabe que ele não é para ela, mesmo que houvesse alguma esperança de que a atração que ela sentia por ele fosse recíproca. O problema é que é. E muito. Porém, no meio dos dois há mais algo que atrapalhe qualquer inicio. Rush possui uma meia-irmã, a Nan, que tem um ódio extremo da Blaire. O amor de Rush pela meia-irmã é visível e Blaire sabe a quem ele escolheria, caso tivesse que fazê-lo. Reconhecendo que não pode mesmo ter o homem que quer, ela tenta partir pra outra. Tenta mesmo. Mas, ér, seus planos não dão muito certo.


                Blaire e Rush acabam construindo um tipo de amizade. Logo a protagonista percebe que Rush é muito mais que só um cara riquinho e o medo de apaixonar-se por ele cresce. Já Rush, bem, ele age como a maioria dos caras de romances New Adult’s. Não quer a garota, mas quer; sente um mundo de coisas, mas se nega a render-se aquilo. Possessivo, arrogante e com pose de astro do rock (afinal, ele é filho de um rockeiro). Eis aqui o nosso Rush.

"– Eu não sou de marca. Enfie isso na sua cabeça. Não posso tocar em você. Quero tanto fazer isso que está doendo, mas não posso. Não vou magoar você. Você é... perfeita, intocada. E no final nunca me perdoaria."

                Diversas personagens secundários vão construindo o cenário perfeito para a construção de um mistério. Enquanto a relação de amor e ódio entre Blaire e seu irmão postiço evolui, vai se instaurando na garota a desconfiança de que Rush está escondendo algo dela, e algo que lhe diz respeito e envolve a Nan. Blaire constrói algumas amizades e conquista o coração de alguns caras, para os quais não liga muito, mas o segredo que Rush guarda promete destruir qualquer relação que ela faça naquela cidade. Todos ali parecem saber algo inquietante, menos Blaire, e isso a incomoda. Isso cria um sentimento de apreensão no leitor, que acaba muito surpreendido ao final de tudo. A história é muito mais profunda e perturbadora, envolvendo a história de duas famílias destruídas pela dor.


                O que mais me incomodou no livro, ainda em seu inicio, foi a narrativa dirigida pela Blaire. No entanto, depois de 70 páginas, eu me descobri totalmente apaixonada pela história e, a partir daí, a leitura flui com muita rapidez.  O fato é que a Abbi Glines escreve muitíssimo bem, o que me agradou ainda mais no livro. Acabei até gostando da protagonista, o que geralmente não acontece! O romance certamente não é perfeito, mas a autora ganhou vários pontos comigo.

“Ambos estávamos com a respiração acelerada e profunda quando eu falei tudo o que precisava ser dito sem pronunciar nenhuma palavra. Elas estavam escritas em meus olhos. Ele só precisava prestar atenção.”


                Acho que terminar a resenha dizendo que estou louca para a continuação é o ideal. O final de Paixão sem limites dilacerou meu coração, em todos os sentidos possíveis, e eu quero muito ver um final feliz para esse casal muito louquinho. E, se você quer um romance com uma história que te pesque de jeito, recomendo esta obra. Ao desanime com inicio meio lento... Acho que Abbi Glines merece algumas chances. Só espero não me decepcionar com Tentação sem limites, próximo livro da série.

8 comentários :

  1. Oi Arine! Tudo bem?
    Eu estou super curiosa para ler esse livro.. gosto muito do gênero New Adult!
    Gostei do enredo da história, parece ser de tirar o fôlego e não vejo a hora de lê-lo afinal amo romances <3 haha
    Beeijos,
    iSteh

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, flor!
      Se já gosta do gênero, provavelmente vai amar esse livro! Ele realmente me surpreendeu e estou ansiosa pela continuação :)

      Beijos!

      Excluir
  2. Oi, eu li este livro e gostei muito. Só não tive coragem de continuar a ler os outros, mas um dia eu faço isso rs.

    Beijos.

    http://livrosleituraseafins.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá! Estou procurando essa mesma coragem pra ler os outros hahaha Vou esperar a editora publicar, mesmo!

      Beijos, flor *-*

      Excluir
  3. Ameiii. Entrou para minha lista de compras com toda certeza kkk.
    Beijos.

    Milla Almeida.
    http://livrosporumbeijo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pode ler, Milla, se gosta de romance, vai curtir esse! Eu gostei!

      Beijos :D

      Excluir
  4. Oláaa, eu ja tava doida pra ler esse livro, e depois qe vi tua resenha fiquei com mais vontade ainda *-*
    beeijos
    http://keetring.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, flor! Pois é, eu recomendo que leia *-* principalmente se você curte romance do tipo (até porque tem cenas de sexo nele, e não é todos que gostam rs)!

      Não conhecia seu blog e vou dar uma olhada *-*
      Beijos!

      Excluir