Um Amor, um Verão e o Milagre da Vida (Isa Colli)

4 comentários


Saudações, Leitorada! *o*
                Entãão, qual a melhor maneira de comemorar o Dia dos Namorados senão lendo um bom livro de romance? Haha. Então, fiquem com a resenha de um livro de uma das editoras parceiras minha, a Baldon. (Sim, demorei pra ler e resenhar o livro, mas, enfim, a resenha saiu!)

                                                    Um amor, um verão, e o milagre da vida
Autora: Isa Colli
Editora Baldon
231 páginas

Sinopse:
Verão, férias, sol, paixão, festas, luau, amores... Angra dos Reis... Uma jovem bela e rica passa as férias na casa dos avôs em Angra na Praia de Provetá. Um jovem surfista morador da última aldeia de pescadores da região dá aulas de surf para as crianças. Um encontro, um romance num cenário maravilhoso com banhos de mar, passeios, e belas paisagens. De repente, uma dor de estômago e o jovem está com câncer. Médicos, enfermeiros, hospital especializado, doutores da alegria; todos envolvidos na luta contra essa enfermidade, numa atitude de solidariedade, amor, e, sobretudo, na busca da cura através do diagnóstico precoce. O livro é um romance na adolescência, no qual é abordado a Neoplasia (câncer), protagonizado pelos personagens João Carlos e Maria Paula, que juntos terão a vida marcada para sempre pelas férias daquele verão.

Resenha:
Esse não é um daqueles livros feitos para surpreender durante a leitura; constatei isso logo nos primeiros capítulos. Temos aqui mais uma história de superação por parte de um casal de jovens apaixonados, escrita por mãos de uma autora brasileira. Uma exaltação do amor verdadeiro, a obra nos mostra como o amor pode nos ajudar a superar doenças como o câncer. E se você soubesse que o amor de sua vida possui Neoplasia? O que você faria?

                Como já disse, esse livro não foi escrito para surpreender ninguém. Nas primeiras páginas, já sentimos que o encontro entre os personagens principais está se aproximamos. Acompanhamos a chegada de Maria Paula em Angra dos Reis e o seu dia-a-dia na ilha, até que ela se encontra com o típico surfista – que faz as meninas pirarem, haha – loiro e bronzeado. Temos ai João Carlos, ou, simplesmente, JC. A paixão era inevitável. Afinal, em um lugar lindo como Angra dos Reis, se apaixonar deve ficar até fácil, né? Passeios de mãos dadas, luaus, troca de beijos de frente ao mar; o namoro de nossos personagens estava ficando cada vez mais intenso, e se transformando em amor verdadeiro, quando descobriram que JC estava com câncer no estômago. Então, o que fazer?
               
                É realmente doloroso, todo aquele processo de descoberta e tratamento da doença – o livro mostrou bem isso. Apesar disso, pelo livro ser curto, o drama não é explorado com afinco. De verdade, percebi alguma imaturidade da autora na narrativa, em alguns parágrafos imensos e desnecessários; ou em alguns diálogos simplesmente muito irreais, sem a devida emoção, apesar de serem diálogos com palavras bonitas. Sabe quando você ouve algo e pensa que é um robô falando? Pois é, tive essa impressão em algumas falas durante o livro. E o inicio... Bem, é impressionante, mas, antes de começar a historia de verdade, há um capitulo para agradecimento, um para prefácio e ainda outro para prólogo. Não acho necessário isso tudo – e o que eu estou dizendo não é uma critica verdadeira, mas somente a opinião de uma leitora que pulou o prefácio e foi direto para o prólogo (hehe, o Deus dos Livros que me perdoe por isso).

                Fora esses detalhes, devo elogiar a escritora por ter criado um romance tão leve e interativo entre os personagens. Gostei muito mesmo. A história do livro é bem simples, não há muitas reviravoltas, e sinto que essa resenha será minúscula. Porém, apesar de um livro pequeno (que originará uma resenha pequena também), apreendemos pequenas lições importantes: como o amor ajuda a dor a ficar menor. A autora frisou muito o fato de que, para se recuperar, JC necessitou do apoio da família – o mais importante, em todo o tratamento.  E, apesar do típico final feliz, foi um com um toque de “realidade”, o que deixou todo o livro mais crível. Enfim, recomendo o livro, principalmente agora, que estamos nesse ritmo de “o amor está no ar”.

Nota: 8.0
Ass.: Arine-san

4 comentários :

  1. Olá!
    Adorei seu blog, não conhecia aqui (=
    Não conhecia também o livro, fiquei muito interessada, adorei a resenha.

    Beijos,
    Marinah | Blog Marinah Gattuso

    ResponderExcluir
  2. Olá...
    Obrigada pelo recadinho!
    Adorei a sua resenha... Ainda não tinha lido nenhuma resenha desse livro!
    achei o blog lindo, to seguindo!

    Da uma olhadinha na minha ultima resenha!
    Beijos

    http://theniceage.blogspot.com.br/2012/06/resenha-os-arquivos-de-sherlock-holmes.html

    Xintia
    The Nice Age Blog

    ResponderExcluir
  3. Olá,
    mais uma ótima resenha. Parabéns!!
    Agora, vamos para a minha opinião:
    Primeiramente, achei o título do livro muito grande. Eles bem que
    poderiam ter dado uma "enxugada", até para ficar mais
    fácil de gravar na memória e recomendar aos amigos.
    O fato de a autora tratar de um tema tão delicado como o
    câncer já é um ponto positivo. E esse contraste
    entre o drama de um jovem e o local paradisíaco
    onde a história se passa, idem.
    Finalizo com um trecho de uma música que diz: "Da vida não levo nada,
    do jeito que a vida vem, depois de fechar os olhos ninguém é ninguém".
    Sendo assim, o amor da família para superar dificuldades é essencial.
    Acho que isso reflete bem a ideia do livro.
    Mais uma vez, parabéns pela resenha...!

    E dia (25/06) às 21:00 horas, estreia no meu
    blog a Web Novela "TETO DE VIDRO".

    http://ymaia.blogspot.com.br/

    Abraços!!

    ResponderExcluir
  4. oii Arine, preciso muito falar com você, meu msn ta travando, então me manda uma mensagem pra esse endereço aqui > pollianaswan@gmail.com
    beijos

    ResponderExcluir