[Evento] 1ª Confraria Fantástica

Nenhum comentário

Saudações, leitorada!
                Vivo falando, repetindo sem cessar, que a literatura brasileira evoluiu, nesses últimos anos, muito mais do que em todos os séculos. Os nossos autores nacionais têm se mostrado cada vez mais capazes de nos surpreender com suas estórias, tanto quanto livros de autores estrangeiros. Então, é com alegria que informo à vocês que a Editora Modo se juntou mais as editoras Literata, Giz Editorial e APED, para trazer até nós o que eles chamaram de Confraria da Fantasia. Sobre o evento, a própria editora Modo informa:


          O objetivo é proporcionar ao leitor, periodicamente, um grande evento no qual ele tera oportunidade de adquirir os livros das quatro editoras em um só local. Além, é claro,
de bater um papo com os autores, ganhar brindes e passar uma tarde fantástica,
recheada de surpresas.
          Neste primeiro encontro, que acontecerá no dia 16 de junho, teremos alguns
lançamentos, dentre os lançamentos da MODO, excluso para este evento, destacam-se
os livros:

O voo da estirpe
- O voo da Estirpe, Adriana Vargas
Mannequim
- Mannequim, Marcelo Lima


Outros livros estarão expostos no local, entre eles:
- A última Dama do Fogo, de Marcelo Pachoalin
- Regência de Ossos, Marcelo Paschoalin
- Agridoce, Simone Marques
- Deuses do mar, Simone Marques
- O Oitavo Pecado, Adriana Vargas

Música ao vivo:

Nenê Amaral e Susana Goulart da banda Acesso Rock estarão fazendo um acústico, com
o melhor do Rock n’ Roll, a partir das 18hs.
A banda Acesso Rock é conhecida por muitos frequentadores dos bares de São Paulo.

PROMOÇÕES:

Serão sorteados, no local, brindes aos literários presentes, assim garante as autoras:

Adriana Vargas:
Sorteará kit do Oitavo Pecado a quem adquirir O Voo da estirpe e vice-versa.

Simone Marques:
Levará chocolate para quem experimentar o sabor de Agridoce.

Parceria entre as editoras:
As editoras resolveram se unir para seguirem juntas num caminho onde as diferenças
somente existem, entre os títulos e linhas literárias, pois o sonho de viver aquilo que se
idealiza, supera todo e qualquer tabu no meio.
A competição no mercado literário, não deveria existir, pois nenhum livro é igual ao
outro, porém, a ideologia de se chegar a um lugar digno ocupado pela literatura no
país, é algo em comum, que deveria receber o respeito merecido em todos os berços
literários, pois somente desta forma, conseguiremos o que se intitula por ascensão, num
país que pouco se lê, e muito se compete através de sentimentos egoicos e mesquinhos;
ínfimos, perto do que se busca, pois não importa o resultado, desde que a intenção
utilizada para buscá-lo, seja nobre e digno.
Estamos em busca desta ascensão, e nos identificamos com todos aqueles que buscam pelo mesmo objetivo.


Quem puder ir, vá, e depois me diz o que achou. *-* A ideia me pareceu bem interessante.


Ass.: Arine-san

Nenhum comentário :

Postar um comentário