Irresistível Tentação (Lori Foster)

Nenhum comentário


                                                      Irresistível Tentação
Autora: Lori Foster
Editora Nova Cultura
122 páginas


Sinopse:
Quando o coração resolve dizer sim...

Ann Jenkins tinha pouca experiência com o sexo oposto. Sentia-se insegura demais para libertar a mulher apaixonada que existia dentro dela. Mas isso não impedia que sonhasse com Leo Harper...
Bonito, forte e charmoso, aquele homem despertava nela fantasias indescritíveis! Quando Ann soube que o noivado dele terminara, timidamente ofereceu-lhe apoio e amizade.

Leo sentia por Ann uma atração irresistível. Queria tê-la nos braços, saborear sua doçura e inocência e levá-la ao auge da paixão! Mas não estava em seus planos envolver-se de verdade no relacionamento ... até que os sentimentos começaram a falar mais alto.

Resenha:
Sinceramente, acho que a sinopse fala muito pouco do que verdadeiramente o livro conta. Não que este seja um daqueles romances de banca show, que nos deixa sem palavras... Bem, não é. Lori Foster, por mais que eu goste dela, muitas vezes acaba escrevendo coisas fúteis... Como esse Irresistível Tentação. Fazer o que. Não podemos esperar sempre a perfeição dos nossos autores preferidos.

                Primeiro passo para eu não ter gostado do livro: Ann Jenkins, nossa mocinha, conheceu o Leo há alguns anos, e é apaixonada por ele desde aquela época. Sim, isso é lindo, amar alguém por tantos anos; porém, odeio esses tipos de mocinhas. Haha. O que acontece é que Ann trabalha para a avó de Leo, como secretária – um tipo de braço direito da velha rabugenta, eu diria -, e isso acabou tornando Ann quase parte da família (por favor, ênfase no quase).  Qual não foi sua surpresa, quando se depara com Leo bêbado, quase não se mantendo de pé, e descobre que ele e sua noiva (podre de rica) terminaram? Chovia muito na hora, Ann parecia um pinto molhado, mas resolveu ajudar aquele pobre bêbado (lindo e rico de morrer). Bem, uns detalhes na cena: um homem bêbado e meio carente+uma mulher bonita com a roupa colada no corpo+eles estavam sozinhos = isso mesmo que você está pensando [: .

                Em tese, o livro é só isso. Claro, há o fato de que a avó discorda totalmente do relacionamento – seja ele qual for – entre Ann e Leo, e todos concordam com a ideia de que Leo tinha que casar-se com sua ex-noiva. Apesar disso – e apesar de “não amar” Ann -, Leo não tem duvidas de que deseja estar com ela, e somente ela. Ann, por sua vez, decidiu que agora vai virar algum tipo de mulher fácil, ou Deus sabe lá o que. Ela quer somente aproveitar enquanto pode dormir com o neto de sua patroa – que logo a despede, vendo que ela continuaria “ficando” com o Leo. Acho que todas as leitoras são capazes de ver quando Leo passou a querer realmente Ann... Vice-e-versa. O final era iminente, desde as 20 primeiras páginas, como era de se esperar.

                Verdade, não sei se gostei do livro ou não. Não formei uma opinião clara sobre o que li... Talvez porque eu estivesse esperando algo mais... Sabe, algo mais com a cara da Lori Foster, com algum vilão perseguindo os mocinhos, ou algum msitério. Não houve nada disso. E, aliás, eu não li a sinopse antes de ler o livro – o que, penso agora, é um costume com o qual devo parar. De verdade, os personagens não são lá essas coisas; o enredo não é lá essas coisas; o final não foi lá essas coisas... Enfim. O livro não foi lá essas coisas (x]).

Nota: 7.0
Arine-san.
                

Nenhum comentário :

Postar um comentário