A noite do casamento (Helen Brooks)

Um comentário
Olá!
      Sinceramente, desculpem-me por esses dias sem postar, rs. Essa semana postarei o que ia postar na semana passada e acabei não postando. Nada demais, de qualquer forma. Bem, trago mais uma resenha, e espero que gostem e comentem!
                                                 
                                                 A noite do casamento
Autora: Helen Brooks
Editora harlequin
155 páginas


Sinopse:
Um sonho... uma desilusão!

Foi um casamento de sonho, seguido de uma noite de inesquecível paixão. Então, Vitória descobriu que seu marido, o homem a quem ela adorava, a traíra horas após o casamento! Decidida, ela pegou suas coisas e partiu. Zac Harding não permitiria que Vitória o deixasse. Estava determinado a encontrá-la e trazê-la de volta. Só que quando a encontrou, ficou chocado ao descobrir que ela tinha uma segredo que desesperadamente tentava esconder: a noite de núpcias deles resultara numa gravidez. Ela teria um bebê!

Resenha:
Esse é um livro que eu já havia lido antes, mas que decidi reler. Se isso prova que ele é muito bom? Não. Não prova nada, na verdade. Só acordei com o pé esquerdo e decidi: vou ler esse livro de novo. Pois bem. Agora, estamos nós aqui. É melhor irmos à resenha [:.

                A Cegonha Chegou é uma de minhas séries favoritas da Sabrina. As estórias sempre são fofas e, de certa forma, inocentes, e ter um bebê à caminho sempre nos traz uma sensação de bem-estar, durante a leitura. Haha. Até porque, é muito fofo você ver o homem quase arrancando os cabelos da cabeça só porque sua esposa está sentindo uma dorzinha aqui e ali, provocada pela gravidez. E, com esse livro A noite do Casamento, é exatamente isso que vemos. Vitória casou-se com o homem que ama, e tudo não podia ser melhor... Certo? Não, errado. Na verdade, acho que esse foi o casamento que menos durou na história da humanidade! Após a noite de núpcias, Vitória descobriu que, enquanto ela dormia, seu marido fora atrás de uma antiga amante; além disso, a mãe de Tory (só os íntimos a chamam assim, ok? Só eu posso, haha) contou à ela sobre alguns acordos financeiros que iriam beneficiar Zac, marido de Tory, por ele ter se casado com ela... Vitória é uma moça que, olhe bem, cresceu num lar desestabilizado, rico porém sem amor. Ela aprendeu a desconfiar de todos, aprendeu a trancar suas emoções sempre que necessário; e, foi assim que, ao ouvir o que sua mãe lhe contava sobre Zac, Tory fugiu. Fugiu do casamento, do amor, do sofrimento que isso tudo junto podia lhe trazer. Mas Zac não deixaria barato... Afinal, o que é seu uma vez, não pode deixar de estar em suas mãos. (Não, gente, ele não é do mal. Na verdade, ele é bem fofo, ok?).

                Tory estava conseguindo lidar razoavelmente bem, quando descobriu que estava grávida... E de quem mais, se a única vez que fora par a cama com um homem fora com seu marido? Sim, eles ainda não se reencontraram desde o dia que ela fugiu, algumas semanas atrás. Agora ela sabe que espera um filho dele, mas nem isso a faz querer retornar para aquele homem que não devia ser nada mais que um mero capitalista. Ela só não esperava que ele fosse atrás dela. Bem, o reencontro dos dois é bem conturbado... Há vários maus entendidos. Primeiro, Tory achava que Zac a traia... E Zac, ao descobrir que ela estava grávida, pensava o mesmo! No inicio, eles dois juntos era igual a briga na certa, com direito à muita ironia e sarcasmo.  Porém, Zac não desistira de sua esposa... Ele não queria, e nem daria a separação! Ele queria viver junto com ela e com seu filho, principalmente quando descobriu que o filho era dele. Mas Tory, cheia de traumas antigos relacionados á sua família fria, se negava a se entregar totalmente ao marido, mesmo confessando que o amava, e sabendo que ele sentia o mesmo por ela. Honestamente, não sei o porque disso, mas está valendo.

               Ok, ok... A estória do livro é muito boa, levando em conta tudo, porém... Alguma coisa faltou nesse livro, porque não consigo pensar nele como perfeito. Talvez seja o tamanho... sim, deve ser. Eu queria que ele fosse maior, mais bem explorado; e tenho certeza que a escritora seria capaz de fazer isso, já que a narrativa é muito bem construída. Os personagens são bem fofos, quando não estão tentando se comer vivos, e são bem formulados. Gostei dos diálogos, e Zac, pelo menos para mim, é perfeito (haha). Já Tory... bem, as vezes ela é chatinha, mas nada de mais. Esse livro é para quem gosta de romances fofos que envolvem gravidez, mas que não seja muito meloso. Gostei da leitura.

Nota: 9.0
Ass.: Arine-san 

Um comentário :

  1. Eu não sou mto de ler livros desse genero,mas eu amei esse.Me parece ser mto boom e diferente,é o tipo e livro que te tiira da rotina.Tipo,estou lendo tormenta a meses e nunk termino ¬¬ ,ai vc le um desses e da um animo pra continuar com o outro.Kkkk confuso,eu sei....Mas é o qu eu pensei.Ah!Amei sua resenha ^^

    ResponderExcluir