Quero Ler #1 + Parceria

3 comentários

Olá, leitoras (es)!  Então, estou super feliz que a editora Nova Conceito aceitou parceria com meu pequeno blog (ahh... quase morro do coração!). Nossa primeira parceria, que legal! Mas, não vim aqui pra dizer isso. Hoje, começaremos um novo bloco no blog: #Quero ler. Como o nome já diz, postarei livros que realmente (do fundo do meu coração) desejo ter em minha estante, ou simplesmente ler. Então, vamos lá, me acompanhe entre meu mundo de desejos ( [; ).


Xógum (James Clavell)

Xógum  Editora Sextante
1040 páginas
Algumas tags que o definem: ninja, ação, samurai, histórico, clássico e guerra.

Sinopse: 
Xógum é uma saga sobre o universo mítico dos samurais e das gueixas, numa trama que une política, religião, guerra e romance. Ambientado nos anos 1600, época das grandes navegações e das conquistas de novos mundos, o livro narra a trajetória do piloto inglês John Blackthorne. Depois de quase dois anos embarcado no navio Erasmus, ele aporta na costa do Japão dividido diante da disputa pela posição de xógum, a mais importante autoridade militar do país. Em meio a intrigas e traições, Blackthorne se aproxima do poderoso senhor feudal Toranaga, tomando parte em um intrincado jogo de poder entre as forças conflitantes da época- daimios, samurais, jesuítas e comerciantes. Com o tempo, uma estranha relação de confiança se estabelece entre os dois homens e uma paixão proibida nasce entre o inglês e sua intérprete, Mariko. Casada com um dos mais cruéis capitães do feudo, ela se vê dividida entre suas obrigações, suas crenças e seus sentimentos.

Na verdade, meu colega que veio me falar desse livro, e, tipo, ele falou algo assim:" Você tem que ler esse livro; ele é totalmente a sua cara!". Se você quer saber, eu não acreditava nisso, até que peguei na obra pela primeira vez. Ele é enorme! E a estória (Não sei se devo chamá-lo de estória com -E, já que tem alguns fatos verídicos) é fascinante, provavelmente viciante. Estou louca pra ler essa obra-prima, que tantos elogiam.


O Pálacio de Inverno (John Boyne)

O Palácio de InvernoEditora Companhia das letras 
456 páginas
Algumas tags: Aventura, Histórico, Guerra, Rússia, Revolução Russa e Romance

Sinopse: 
No novo romance histórico do autor de "O Menino do Pijama Listrado", um garoto de dezesseis anos é catapultado dos grotões da Rússia para o fausto da corte imperial. Ali, por quase três anos, irá testemunhar, do olho do furacão, eventos que alteraram por completo os rumos da história do século XX. Pode-se fugir da história? Será possível viver no anonimato após uma existência de fausto e glória? A vida comum é assim tão diferente da vida pública? Geórgui Jachmenev passou a vida inteira se debatendo com essas questões, e agora, prestes a perder o grande amor de sua vida, tenta encontrar uma resposta para elas ao refletir sobre seu percurso num século XX que sempre lhe pareceu longo demais. Seus feitos começaram cedo: aos dezesseis anos, em ação impulsiva e atabalhoada, o rapaz impediu um atentado contra a vida de ninguém menos que o grão-duque Nicolau Nicolaievitch, irmão do czar Nicolau II, que, agradecido, nomeou Geórgui o guarda-costas oficial de seu filho Alexei, destinado a ser o próximo czar. Uma reviravolta impressionante, que o levou da taiga russa para o fausto dos palácios moscovitas, cenário que, apesar da amplidão e luxo de seus imensos corredores, iria se revelar bem mais inóspito que os frios grotões de sua vida anterior. A dura experiência com esse mundo gélido de intrigas palacianas, às quais sempre era jogado contra sua vontade, e de grandes tensões e responsabilidade só foi apaziguada com a chegada do primeiro amor, Zoia. Mas os tempos eram agitados, e a história deixou pouco espaço para idílios: quando a Revolução Bolchevique tomou de assalto o país, e isolou toda a família doczar numa casa de campo nos arredores de Ekaterinburg, mais uma vez Geórgui teve de agir rápido a fim de salvar a si e a Zoia. A vida com ela lhe custaria pátria, família e prestígio, e ele jamais se arrependeu disso - mas e para Zoia, o que teria custado? Numa narrativa fascinante, em que presente e passado vão convergindo em capítulos alternados, da Inglaterra dos anos Thatcher para a época dos czares russos, e dos anos difícies da segunda Guerra Mundial para o turbilhão da Revolução Bolchevique, acompanhamos Geórgui em meio a acontecimentos históricos decisivos que acabam por se revelar mero pano de fundo para uma história de amor que esconde um grande mistério, talvez maior que a própria história. 

Ah... Desde que li O menino de Pijama Listrado, John Boyne se tornou um tipo de ídolo para mim. Com uma maestria invejável, ele nos faz viajar nos prazeres do passado - mesmo sendo ele triste. Como já disse milhões de vezes, adoro romances históricos, ainda mais o que retratam o tempo das Grandes Guerras. E prometi a mim mesma que teria esse livro em questão, já sabendo que não me arrependerei nem um pouco. Sem contar que a capa é linda, não? (Mas essa Sinopse que fizeram, saiu imensa, Deus do Céu!).

Água para elefantes (Sara Gruen)

Água para ElefantesEditora Sextante
336 páginas
Algumas tags: Circo, Triste, Drama, Romance, Anos 30, Virou Filme, e Memórias

Sinopse:
Desde que perdeu sua esposa, Jacob Jankowski vive numa casa de repouso, cercado por senhoras simpáticas, enfermeiras solícitas e fantasmas do passado. Por 70 anos Jacob guardou um segredo. Ele nunca falou a ninguém sobre os anos de sua juventude em que trabalhou no circo. Até agora.

Aos 23 anos, Jacob era um estudante de veterinária. Mas sua sorte muda quando seus pais morrem num acidente de carro. Órfão, sem dinheiro e sem ter para onde ir, ele deixa a faculdade antes de prestar os exames finais e acaba pulando em um trem em movimento - o Esquadrão Voador do circo Irmãos Benzini, o Maior Espetáculo da Terra.

Admitido para cuidar dos animais, Jacob sofrerá nas mãos do Tio Al, o empresário tirano do circo, e de August, o ora encantador, ora intratável chefe do setor dos animais.

É também sob as lonas dos Irmãos Benzini que Jacob vai se apaixonar duas vezes: primeiro por Marlena, a bela estrela do número dos cavalos e esposa de August, e depois por Rosie, a elefanta aparentemente estúpida que deveria ser a salvação do circo.

"Água para Elefantes" é tão envolvente que seus personagens continuam vivos muito depois de termos virado a última página. Sara Gruen nos transporta a um mundo misterioso e encantador, construído com tamanha riqueza de detalhes que é quase possível respirar sua atmosfera.

Para ser sincera, ainda não sei que impulsos divinos me fizeram comprar esse livro, já que nunca havia me interessado e, quando o comprei, ele nem na promoção estava (!) - o que justificaria, ao menos, o fato de não pensar duas vezes antes de metê-lo por debaixo do braço e comprá-lo. É verdade, muitas pessoas dizem que ele é muito bom. Sinceramente, estou é com medo de lê-lo! (rs). Só espero não me decepcionar...



Pronto, esses são os primeiros livros para o bloco #Quero Ler. (*-*). Próxima segunda, mais um post desse. Ah, e, claro, a idéia desse bloco não foi minha, mas inspirado em alguns blogs que sigo. 

Até a próxima, então.

Ass.: AA-chan

3 comentários :

  1. OI!
    Desses livros que vc falou, eu só conhecia o Água Para Elefantes mesmo ><
    Ele não é uma das minhas prioridades, mas quero lê-lo um dia aí XD
    Nunca li o Menino do Pijama Listrado, morro de vontade. Vou acionar meus agentes para v onde posso consegui-lo.
    Parabéns pela nova coluna e pela parceria, essa editora é mara.
    BJ!

    -Amigas Entre Livros-

    ResponderExcluir
  2. Parabéns pela nova parceria, e muito sucesso com ela *-*
    A história de Água para Elefantes em si não me atrai em nada, mas quero lê-lo só por causa da elefanta. *-* uashsausahsa
    Beeeijos

    Marina Oliveira
    http://distribuindosonhos.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Oi flor parabéns pela parceria.
    Enfim os livros que você citou só conheço o ÁGUA PARA ELEFANTES e O PALÁCIO DE INVERNO, também estou doidinha para lê-los.

    big beijones
    http://meninamulhermomentos.blogspot.com/

    ResponderExcluir