O crescimento da literatura brasileira

Um comentário

Recentemente, talvez e uns anos para cá, tenho percebido que o número de escritores brasileiros (principalmente os dedicados à literatura fantastica) tem aumentado significamente, para a alegria dos jovens leitores. Como se para exemplificar essa conquista cultural dos brasileiros, a intrinseca anuncia o lançamento do primeiro livro escrito por um brasileiro, e publicado pela editora. Podíamos estar mais felizes? Isso abre as portas para muitos bons escritores que cá temos, muitos ainda jovens mas com um talento invejável. O sortudo e (para mim) herói nacional, Fellipe Awi, é jornalista há mais de 15 anos, fazendo reportagem para O Globo; esperemos ansiosamente pelo lançamento do seu livro, embora o mesmo ainda não tenha um titulo definido. De acordo com a intrinseca, o livro tratara da história das lutas de Artes marciais Mistas - é... luta é interessante, mas, como primeiro livro brasileiro publicado pela editora, bem que podia ser, quem sabe, um romance de tirar o fôlego, não? (rs).
        Como para comemorar essa notícia feliz, decidi fazer um post falando sobre alguns dos livros nacionais, bebês em fase de crescimento, publicados por autores ainda não muito conhecidos e jovens, que com certeza valerão a pena serem lidos por mim e por vocês, viciado(a) em livros. Siga-me!



Filhos do Éden
Há uma guerra no céu. O confronto civil entre o arcanjo Miguel e as tropas revolucionárias de seu irmão, Gabriel, devasta as sete camadas do paraíso. Com as legiões divididas, as fortalezas sitiadas, os generais estabeleceram um armistício na terra, uma trégua frágil e delicada, que pode desmoronar a qualquer instante. Enquanto os querubins se enfrentam num embate de sangue e espadas, dois anjos são enviados ao mundo físico com a tarefa de resgatar Kaira, uma capitã dos exércitos rebeldes, desaparecida enquanto investigava uma suposta violação do tratado. A missão revelará as tramas de uma conspiração milenar, um plano que, se concluído, reverterá o equilíbrio de forças no céu e ameaçará toda vida humana na terra. Ao lado de Denyel, um ex-espião em busca de anistia, os celestiais partirão em uma jornada através de cidades, selvas e mares, enfrentarão demônios e deuses, numa trilha que os levará às ruínas da maior nação terrena anterior ao dilúvio – o reino perdido de Atlântida.

Qual o nerd, ou interessado em literatura nerd, que nunca ouviu falar em Eduardo Spohr, pelo amor de Deus? Claro, claro, por isso mesmo  o nome dele já não devia estar nessa lista, já que ele literalmente é autor de um best seller épico; mas, se for para falar de bons escritores nacionais e jovens, ele têm que estar nessa lista. Primeiramente, o autor nos presenteou com a belíssima estória do livro A batalha do Apocalipse:  da Queda dos anjos ao Crepúsculo do mundo, que, devo dizer, é simplesmente viciante! Agora, ele nos apresenta mais um livro com certeza muito bem escrito, cheio de aventura, só que, dessa vez (e, para nossa sorte), em forma de uma série. Ah... Não podia ser melhor!


Esmera
Você tem em suas mãos, e ao alcance de seus olhos, a senha e o portal para um mundo encantado. Mas fique avisado, o retorno será difícil, e muitas vezes adiado.
No reino das palavras, encontrará o que há de mais envolvente e convidativo no mundo da fantasia, e logo nas primeiras páginas se sentirá atraído para esse universo mágico. Um mundo que nos envolve completamente, trazendo à superfície nossos sentimentos através de seus personagens. Onde o real mistura-se com a fantasia, e a magia preenche nossas mentes e corações.Seja bem-vindo ao mundo de Esmera!






Sinceramente, desde a primeira vez que vi a sinopse do livro, simplesmente surtei! Na época, e isso parece ter sido décadas atrás, o livro ainda não havia sido lançado, mas eu já admirava a autora, mesmo assim. A estória parece ser contagiante, embora o livro seja muito (muito mesmo!) curto. A.P. Ribeiro é uma garota muito simpática, e quero muito ler a obra dela. Já me falaram que é perfeita e que, muito provavelmente, haverá continuação... A autora é um prodígio - é o que me dizem - e este é seu primeiro livro, além de ser bem novinha. Ha-ha, quero esse livro pra mim!


Príncipe da Escuridão


Se amanhã você acordasse no Inferno, aceitaria seu destino? Quando se trata de um demônio, além das dúvidas, todo o sofrimento físico e psicológico é eterno. Mas, o anjo que jurou lhe deixar trancado no Inferno para sempre, pode mudar tudo. Compreensível? Inimaginável…











Este é um dos livros, nessa lista, que menos sei à respeito, mas essa capa me hipnotiza de tão perfeita. A sinopse também ajuda muito no desejo de querer ler o livro, embora eu não ache lá muitas referencia ou resenhas, nem ouço muito falar do autor, que, assim como A.P. Ribeiro, também está lançando seu primeiro livro. O livro ainda estava em estado de pré-venda, até pouco tempo atrás, mas creio que já está disponivel para venda normalmente. Eis ai um livro que preciso na minha coleção... Ah, sim, já falei que a capa é perfeita? (ha-ha).

The Colt's Secret - O Segredo dos Colt (Kel Costa)


The Colt's Secret  - O Segredo dos Colt
Uma faculdade, uma adolescente extremamente comum e um respeitado grupo de jovens bem peculiares. Em um mecanismo de narrativa dupla, "The Colt's Secret - O Segredo dos Colt" é contado ao mesmo tempo por Madison Foster, a garota que de um dia para outro tem sua vida mudada e Christopher Colt, o misterioso galã que esconde um precioso segredo. Se você não acredita em vampiros, talvez seja melhor reavaliar suas crenças.












Também não sei muito nem sobre o livro ou sobre a autora, porém as criticas são favoráveis. Já ouvi muito falar dele, e muito bem, diga-se de passagem. Disseram-me que há alguma influencia de Crepúsculo (Eca!) na estória, mas não posso julgá-lo se nem o li, não é? Acrescentei esse livro na lista de desejados, esperemos que não seja, assim como todos estão afirmando que não é, uma decepção. A autora, igualmente a todos os outros aqui relatados, também é muito jovem, mostrando seu talento pré-maturamente. 



     Claro, esses não são os únicos livros recém-saídos do forno e escritos por brasileiros, mas foram os que mais me interessaram. Passeando pelo Skoobs, achando muitos outros escritores que buscam grafar seus nomes, ou apenas algum reconhecimento por parte dos leitores. Realmente, os brasileiros estão, sinceramente, no mesmo nível que os estrangeiros, e merecem tanta atenção pelos seus livros quanto qualquer outro americano e etc.  







Um comentário :

  1. Não costumo ler muitos livros nacionais, fiquei feliz por ter recomendado esses, serão minhas opções de compra haha, parabéns pelo blog!

    ResponderExcluir